sexta-feira, fevereiro 01, 2008


Não sei se o que escrevo é poesia

se meras palavras conhecidas


como pedras da calçada polidas

por pés desgastados e torturados de cansaço


Não sei se o que escrevo é poesia

se meras palavras conhecidas


como cores desbotadas e frias

por corpos que os vestam sombrios


Não sei se o que escrevo é poesia

se meras palavras conhecidas...




7 comentários:

Maria disse...

Seja o que for é bonito...

Abraço

Valsa Lenta disse...

Maria

Sempre tão gentil. Obrigada

Felicidades

Maria P. disse...

São palavras sentidas, isso basta...

Beijinho*

Valsa Lenta disse...

Seja bem-vinda Maria p..
Agradeço as suas palavras.

Felicidades

João Moreira disse...

O que escreves é uma valsa lenta, soprada pelo vento, afinados pelos sentimentos.

Francieli Rebelatto disse...

Poesias ou não, escreve com alma, escrevo com verdade e isso já ressoa poeticamente cá dentro de mim....

Beijos e um ótimo final de semana!!!

Serenidade disse...

Uma valsa de palavras sentidas

Serenos sorrisos