terça-feira, julho 17, 2007

Amo-a

Fecho os olhos

nesta noite triste.

Quero senti-la bem perto

o calor do seu corpo

a voz calma de mulher...

Não quero ter saudades

sofro tão só.

Um grito mudo me escapa da alma!



Quero-a aqui, aqui!



Minha muito Amada Mulher!



Valsa Lenta

4 comentários:

Entre linhas... disse...

É muito salutar sentir o verdadeiro amor.
Bjs Zita

brisa de palavras disse...

Apesar da dor sentida é bom que voltes oa mundo da escrita já tinha saudaddes de te ler.
um abraço
brisa de palavras

Placi disse...

Amo o pássaro amarelo de longas asas. Não prenda ele nunca!
Bj amor

In illo tempore disse...

Valsa Lenta agradeço cada palavra, cada melodia, cada cor e sensação que transmite.
Belo esse amor.
É bom saber que é possível um amor assim.

Convido-a a visitar o meu blog. Será uma honra e um prazer recebê-la.

Felicidades